MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Trinca de baterias disputadas o tempo todo, inaugura T4 da VORC Series!




Estreando um novo formato de baterias na VORC (3 de 15 minutos ao invés de 2 de 25) e um novo formato de pontuação para equipes (apenas o mais bem colocado da dupla pontuando), a Martecc Scirocco Cup fez sua estreia no autódromo virtual de Oschersleben.

CLASSIFICAÇÃO
O formato de duas voltas rápidas apenas continuou e Thiago Procopio nesse formato domina como poucos. O piloto não teve grande concorrência e garantiu mais uma pole position no grid da VORC.
Lucas Werle alcança a segunda posição, Alexandre Oliveira na terceira e Rodrigo Zanga e Enzo Sofiato fecham os 5 primeiros. Novamente as 3 equipes dominantes da VORC se embaralham nas primeiras posições.


BATERIA 1
O comentário de todos no grid é o mesmo: "Em baterias curtas Procopio é imbatível". E não foi diferente dessa vez. O piloto já chegou na primeira curva sem ser atacado e dali disparou.
Entretanto, nas demais posições, o esperado pra uma categoria de setup quase fixo e um carrinho de 235hp aconteceu. Foi disputa por toda parte.
Logo na segunda posição, ainda na primeira volta, Lucas Werle e Alexandre Oliveira se estranham e se tocam. Pior para Alexandre, que abandona, mas também ruim para Lucas que tenta ainda disputar a P2 mas também sucumbe ao fim do grid.
Emerson Czerkawsky faz boa escalada no grid e pula para a segunda posição.
O salseiro estava formado na briga pela pole para a segunda bateria, tendo briga da oitava à décima terceira posição. Samuel Pontes, Henrique Salgueiro, Felipe Muniz, Neto Silva, Marco de Andrade, Luciano Araujo lutavam todos em um só pelotão.
Procopio vence,

 Emerson Czerkawsky chega em segundo e Anderson Medeiros fecha o pódio. Um representante de cada uma das três equipes. BenKleR, Paraguay e BSP.
Salgueiro garante a pole para a segunda bateria.


BATERIA 2
Largada mais tranquila, Samuel assume a ponta e destaque para Procopio, que já ganha posições. Rodrigo Zanga escapa da pista no segundo setor, logo atrás Neto também o faz, mas atravessa pela grama descontrolado e acerta Lucas Werle, seu parceiro de equipe.
Na disputa da ponta, Enzo Sofiato assume a primeira, mas erra na curva um. Logo atrás Emerson Czerkawsky costura na reta e passa Procopio e Samuel de uma só vez, mas falta freio na curva um e cai novamente as posições.
As disputas nessa bateria se concentram mais no Top10. Procopio e Czerkawsky reassumem as duas primeiras e, na quarta posição, quatro pilotos disputam ferrenhamente. Anderson, Salgueiro, Brock e Samuel batalhavam em grupo.

 Ruim para Samuel, quando encontra Barina atravessado na saída da última curva batido e acerta-o em T.
A quarta posição depois se resume à uma disputa de Brock e Anderson, até que Alexandre Oliveira chega na disputa e, num toque lateral, Anderson sai da pista, caindo para oitavo.
Procopio mantém e vence, Emerson, mesmo com álcool no sangue garante a segunda e Caio Russi fecha o pódio.


BATERIA 3
Para a terceira bateria mix de azar e sorte para a BSP Racing. Na volta de apresentação exatamente ao mesmo tempo caem do servidor Lucas, Neto e Samuel, deixando apenas Anderson na pista representando o time.
E Anderson consegue. O piloto faz corrida de ponta a ponta, mas não tranquila. Na última volta o foguete Procopio aproveita de pequenos erros de Anderson e se aproxima perigosamente e os pilotos fazem uma das chegadas mais alucinantes e belas da VORC, separados por apenas 0.018s de diferença, menos de um parachoques.
Emerson pulava novamente para a segunda posição, mas uma reduzida forçada faz o motor de seu VW Scirocco voar bielas e abrir o bico.
A disputa do pódio era bonita entre os carros da Paraguay e BenKleR.
Kleber Stippi tem bateria difícil e sofre com saídas de pista, na última delas acertando os pneus da curva um.
Anderson vence,

 Procopio chega em segundo e Enzo, também da BenKleR, fecha o pódio.


CAMPEONATO DE PILOTOS
E Thiago Procopio da BenKleR Racers começa a temporada como lider do campeonato, com 62 pontos, 22 pontos a mais que Anderson Medeiros da BSP Racing, Emerson Czerkawsky (Paraguay Racing AV) mesmo com o abandono na terceira bateria, manteve entre os 3 primeiros do campeonato, este com 34 pontos conquistados.


CAMPEONATO DE EQUIPES
A BenKleR Racers já começa o novo regulamento de campeonato de equipes com a liderança com 62 pontos, contra 45 da Paraguay Racing AV, a BSP Racing pega as boas baterias fazendo 40 pontos e vindo no terceiro lugar.

PROXIMA ETAPA
A proxima etapa do campeonato será no circuito curto de Red Bull Ring, na Áustria em um traçado que contará com voltas em menos de 1 minuto.


PUNIÇÕES
Bateria 1 > Luciano Araújo vs Felipe Muniz
Luciano Araújo, punido em 20s em virtude do toque, que acabou empurrando o piloto Felipe Muniz na barreira de pneus [+4 pontos na carteira]

Bateria 3 > Rodrigo Zanga
O piloto utilizou-se dos faróis, porém conforme o combinado em briefing não era permitido por uma questão de instabilidade no mod, o que acabou afetando outros pilotos, o piloto tomou um DQ e ficará sem qualifing e recebe [+2 pontos na carteira]

VT DA ETAPA

Nenhum comentário:

Postar um comentário