MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Um show chamado Imsa Series


E a primeira etapa da IMSA na VORC aconteceu na última sexta feira 17. Apesar de um problema com arquivos corrompidos da pista fez o evento ser atrasado em quase uma hora e ser encurtado em trinta minutos (sendo uma corrida de 60min apenas).
Entretanto isso não abalou o grid, que deu um show de comprometimento, esperou, abraçou a dificuldade da liga no momento e fizeram uma das corridas mais bonitas da VORC.

CLASSIFICAÇÃO
Não era surpresa pra ninguém Fabricio Matheussi cravar a pole. O piloto da RW Team cravou a pole, sendo seguido por seu parceiro de equipe Felipe Lima. Carlos Barreto, Bruno Miranda e Rodrigo Vicente completam os cinco primeiros do grid, todos da classe DP.
Na GTE a Frozen em sua primeira participação em corridas de duração mais longa garante a pole com Leandro Werle. Rodrigo Kbessa fica em segundo, seguido de Ernesto Brock, Allison Borges e Ricardo Prediger.


CORRIDA
Uma largada com 10 DPs e 20 GTEs prometia ser agitada. Nos DPs uma largada tranquila, já na GTE algumas rodadas no fim do grid marcam a largada após a reta oposta. Com isso a primeira amarela da etapa foi agitada.
Relargada tranquila com alguns pilotos abusando mais. Foi o caso de Vinicius Loyola, que força uma ultrapassagem em Neto e Daniel e chega a ir na grama, embaralhando quatro carros na disputa da sexta posição.
A corrida segue com muitas disputas, sendo destaques as disputas da sexta nos DPs e a da décima-nona posição, a nona dos GTEs, com Rogerio Reis e Marco de Andrade.
Nos GTEs, tirando os pilotos da ponta que abriram do restante do pelotão, muitas disputas dentre os 20 carros. Brigas envolvendo mais de 3 carros eram comuns.
Começam os incidentes na DP. Rodrigo Vicente toca Neto Silva  que vai para o muro e tem o carro destruído, mas não abandona. Duas curvas adiante Vinicius Loyola roda sozinho e vai para a grama.
A corrida seguia muito parecida nas duas classes, tendo os ponteiros da DP (Matheussi e Lima) despontando dos demais e na GTE Werle disparava.
Anderson e Neto, ambos os DPs da BSP, faziam corrida de recuperação após incidentes, sendo os únicos DPs a figurar em posições entre os GTEs.
Após 25min de corrida direto uma nova amarela pinta restando 15min para o final da corrida. Alguns pilotos aproveitam para fazer a última parada, já que o grid foi todo compactado novamente.
Ainda durante a amarela Rogério Reis causa um acidente no mínimo estranho. Todos controlados pelo Safety Car e o piloto não consegue segurar seu Aston Martin no freio na freada da curva 3, atingindo os pilotos do fim do pelotão à mais de 220km/h.
Carlos Barreto aproveita a relargada para pular para a segunda posição dos DPs, mas não por muito tempo. Na reta principal na volta seguinte Matheussi recupera a segunda. Mas dura pouco tempo. Graças a um erro individual Matheussi erra e cai para a quarta posição.
Felipe Lima aproveita dos erros de Fabricio e dispara na ponta após a relargada e garante a vitória.

 Carlos Barreto fica na segunda e Bruno Miranda consegue segurar a terceira e garantir o pódio.
Na GTE Leandro Werle lidera de ponta a ponta na GT e garante a vitória de forma tranquila.

 Prediger se aproveita de um toque de Brock em Kbessa para assumir a segunda posição e segue assim até o fim. Kbessa ainda fecha o pódio da categoria.


CAMPEONATO DE PILOTOS
CLASSE PROTOTYPE
Felipe Lima começa o campeonato como lider com 20 pontos, Carlos Barreto como vice lider, e Fabricio Matheussi em terceiro graças aos pontos bonus que conquistou.


CLASSE GTLM
Leandro Werle fez a corrida perfeita (pole, vitoria, volta mais rapida e maior liderança, já abre 7 pontos encima de Ricardo Prediger estando Werle com 23 pontos e Ricardo Prediger 16, Rodrigo Kbessa aparece como terceiro colocado com 14 pontos.


CAMPEONATO DE EQUIPES
CLASSE PROTOTYPE
A RW Team lidera com 32 pontos, contra 24 pontos da Paraguay Racing AV, A BMRS Motorsports surge em terceira no campeonato.


CLASSE GTLM
A Frozen surge lider com 23 pontos, 3 a mais que a Team Schnell que consta com 20 pontos, a Paraguay Racing AV com seu Corvette C7R é a terceira colocada com 18 pontos.


PUNIÇÕES
Rogerio Reis
Volta: 24
Em bandeira amarela o piloto acabou causando um acidente grave envolvendo vários carros.

O Piloto recebe 6 pontos na carteira e ficará sem qualifing na etapa de Sebring já que não completou a etapa de Road America.

PRÓXIMA ETAPA
Próxima etapa, será a corrida de 2 horas em Daytona, adicionando 30 minutos ao seu tempo inicial (1:30h) compensando o tempo perdido em Road America. a prova também contará com avanço de tempo em 10x.

VT DA ETAPA