MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Semi final com cheiro de decisão!


Em mais uma etapa lotada com 30 carros, a IMSA Series partiu para a 5ª etapa em Road América, em 90 minutos a corrida teve de tudo um pouco, de momentos de bons pegas a incidentes entre pilotos. O Resultado final deu o titutlo aos pilotos de cada classe, mas deixou uma boa briga em aberto, tanto para as demais posições, quanto para o campeonato de equipes, que será importante na escolha dos carros da T2.

- CLASSIFICAÇÃO
DP.
Bruno Miranda fez mais uma pole, sua terceira na temporada. Cadu Maciel em um bom qualy, fechou a primeira fila, com a segunda fila sendo feita por Vinicius Loyola e Ricardo Silva.

GTLM
Bruno Fernandes fez sua primeira pole na categoria, assim como a da M Tech Sports, João Bregonci sempre constante em segundo lugar, seguido na segunda fila por Procopio e Brock respectivamente.




CORRIDA
Bruno Miranda consegue segurar a ponta, enquanto Vinicius Loyola que vinha com um otimo carro de reta, fazendo ultrapassagem pra conquistar o segundo lugar. Até o momento que assumiu a ponta ainda na metade da volta

Ricardo Silva era outro a andar proximo tentando brigar pelo segundo lugar.
Na GTLM, Bruno Fernandes era lider com Procopio em segundo e Bregonci em terceiro.
Vinicius Loyola vinha liderando com Bruno Miranda no seu encalço.
Na GTLM Bruno Fernandes ainda era o lider da prova.
Achylles Junior, Bruno Vernay Hida, eram os primeiros a ter problemas na corrida, assim como João Hebert que acabou tendo problemas de conexão e abandonou.
Na terceira, Cadu Maciel e Ricardo Silva fazia o duelo de prata pela terceira colocação. Gilberto Rincha e Daniel Gomes em outro duelo mais atrás.
Na GTLM, Thiago Procopio ia para cima de Bruno Fernandes na luta pela liderança da classe.
Restando 1:17h Marco de Andrade roda e atinge Allisson Borges e levam junto John Martins em um toque triplo entre eles.
La na DP, Ricardo Silva, vinha chegando como um terceiro elemento na briga pela ponta, atacando Bruno Miranda nas curvas finais do circuito.
Mas ao chegar em retardatários, a muvuca se firmou e Ricardo Silva tocou Fabio Santos e acabou perdendo tempo.
E de atacado a atacante, Bruno Miranda assume a ponta encima de Vinicius Loyola.
Com 1:14h pro final, Cadu Maciel vinha fora da zona dos DP, vindo na 12ª no geral e 10ª nos DP.
NA GTLM, Bruno Fernandes e Procópio travavam um duelo pela ponta da classe.
Restando 1:11h Jesus Neto bate forte, e acaba levando Emerson Czerkawsky em uma batida forte. Jesus abandonou a prova.
Outra boa briga era entre Luciano Rocha e Marco de Andrade em um bom duelo.
Bruno Fernandes e Vinicius Loyola se envolvem em um acidente forte, com Alexandre Oliveira onde Bruno Miranda levou a pior e teve de ir aos boxes.

Com isso Ricardo Silva assumiu a ponta da prova após o incidente.
restando 1:04h Cristiano Gomes acabou tendo uma queda de conexão.
Daniel Gomes e Vinicius Loyola brigavam pelo segundo lugar, o piloto da Chrome Racing tentava de todo modo achar um ponto, ate que conseguiu a segunda colocação.
Na GTLM, Bruno Fernandes e Procópio seguiam brigando, com ambos trocando de posição de vez enquanto.
Logo depois mais um enrosco, Rincha se toca com Procópio, e leva um totó de Cyro Santana e ficam engalfinhados, Bom para Bruno Fernandes que assim consegue um pouco de paz na briga.
Werner vai atacando Ernesto Brock na briga pela 4ª posição.
Restando 55 minutos pro final, Ricardo Silva seguia líder da prova, mas ia aos boxes, com Daniel Gomes assumindo a liderança momentânea da prova.
Tarso Marques parceiro de Daniel Gomes, vinha na segunda colocação naquele momento.
Brock e Werner brigavam muito pela posição em pista, com o piloto da Schnell levando a melhor.
Restando 50 minutos, Allisson Borges dá uma panca violenta no muro e fica sem a asa traseira, tendo de ir aos boxes.
Restando 48 minutos, Gilberto Rincha vinha em terceiro atacando Ricardo Silva na segunda posição.
A ordem dos DP era, Dani Gomes, Ricardo Silva, Gilberto Rincha, Cyro Santana e Bruno Miranda...
Na GTLM, Bruno Fernandes, Thiago Procopio, João Bregonci, Werner Marote e Alisson Zanoni.
Restando 47 minutos, Achylles Junior, vinha novamente rodado no Carrosel.
Restando 43 minutos, Bregonci foi aos boxes. enquanto Gilberto Rincha errava no Carrocel
Com 40 minutos pro final, Bruno Fernandes tem problemas de motor a abandona a prova, causando uma amarela.
Ricardo Silva vinha como lider na DP, enquanto Thiago Procopio na GTLM.
Fim de prova também, para Silvio Cividini.
Outro abandono para Cyro Santana com problema de conexão.
Restando 30 minutos os pilotos da DP, e GTLM aproveitaram para fazer suas paradas.
Quem se deu bem na DP com as amarelas, foram Ricardo Silva e Daniel Gomes que pularam para as duas primeiras posições.
Ricardo Silva, larga bisonhamente mal e atrapalha todo o grid e com isso muitos pilotos se embaralharam no grid.
Restando 22 minutos, as brigas estavam bem fortes pois boa parte do grid vinha com pneus novos.
Tarso Marques consegue boa ultrapassagem em Vinicius Loyola pela quinta posição.
Ricardo Silva vinha segurando Bruno Miranda na briga pela liderança, Daniel Gomes vinha em terceiro.
Ricardo Silva defendia posição de forma imprudente fazendo Zigue zague e na sequencia os dois se tocam quando Bruno Miranda tenta a ultrapassagem encima de Ricardo Silva, com isso Daniel Gomes assume a liderança da prova, com Cadu Maciel em segundo e Tarso Marques em terceiro, restando 16 minutos para o final da prova.
Na sequencia Bruno Miranda roda e se toca com Vinicius Loyola.
Vinicius Loyola teve de ir fazer reparos nos boxes.
Daniel Gomes vinha sendo atacado por Cadu Maciel na briga pela vitória.
Zanoni dá um belo xis em John Martins na briga pela quinta posição dos GTLM.
Brock assume o terceiro lugar após um erro de Werner Marote.
Restando 12 minutos, Cadu se aproveita de um retardatário e assume a ponta de prova, e na sequencia Dani Gomes pega a grama e acaba perdendo contato.
Na mesma hora, João Bregonci ataca e conquista a liderança encima de Thiago Procopio.
A 10 minutos do final, Zanoni tem seu motor estourado e dá adeus depois de uma boa briga que vinha tendo no final da prova.
Dani Gomes atacava Ricardo Silva na briga pelo segundo lugar, enquanto atacam os GTLM que vinham levando volta.
Restando 7 minutos, Ricardo Silva roda no carrocel quando vinha tentando passar por Dani Gomes.
Bruno Miranda já vinha brigando com Tarso Marques onde o piloto da BMRS Motorsports conquistou a manobra em boa ultrapassagem. mas Tarso Marques vai tentando se recuperar e fazem boas curvas lado a lado até que se tocam e Tarso leva a pior e roda.
A 3 minutos do fim, Marco de Andrade é outro a ter motor estourado e abandona a prova.
Na 7ª Emerson Czerkawsky e Phil Henrique vinham brigando pela ultima posição dos DP.
Cadu Maciel vence a etapa de Road América, em uma bela corrida de estrategia, ritmo e sorte, mesmo depois dos problemas na primeira parte.

Daniel Gomes fecha em segundo lugar, seguido de Bruno Miranda que garantiu o Bi campeonato da IMSA Series.
Na GTLM, João Bregonci vence a quarta corrida em 5 disputadas.

Thiago Procopio cruza na segunda colocação, enquanto Ernesto Brock completou o pódio na terceira colocação da etapa.

Ao final da prova vários pilotos foram punidos em virtude de um corte de pista na entrada dos boxes, com isso Daniel Gomes conseguiu a liderança da corrida, com Cadu Maciel caindo para o segundo lugar e Tarso Marques, subindo para terceiro.
Na GTLM, João Bregonci foi o primeiro, Thiago Procopio se manteve em segundo e Werner Marote pulou para a terceira colocação.




- PUNIÇÕES
Direção > R.Silva - Volta 30 - Piloto não relargou no local certo, causando problemas no grid - 10s (+2 pontos na carteira)
M.de Andrade > T.Procopio - Volta 25 - piloto ao entrar nos boxes, não viu o piloto ao seu lado e o jogou para fora da pista, causando um acidente maior - 20s (+4 pontos na carteira)
E.Czerkawsky > Achylles Jr - Volta 41 - piloto vem com carro avariado e acaba voltando a pista causando um acidente - 30s (+6 pontos na carteira)
- Cortes na entrada dos boxes (punições de 10 segundos + 2 pontos na carteira)
*Pilotos com pagamento da punição em pista
Cadu Maciel - 2x
Bruno Miranda - 2x
Emerson Czerkawsky - 1x
Fernando Esquitino - 2x
Ricardo Silva - 1x
Tarso Marques - 1x
Ernesto Brock - 2x
Werner Marote - 1x
João Bregonci - 1x
Dani Gomes - 1x
Thiago Procopio - 1x
Luciano Rocha - 1x
Felipe Gula - 2x
Phillipe Henrique - 1x
Fabio Santos - 1x

*Pilotos sem qualy na proxima etapa por não poderem ter tempo acrescentado ao final de prova.
Achylles Jr - 3x
Jesus Neto - 1x
Alisson Borges - 1x
Gilberto Rincha - 1x
John Martins - 1x

*Alexandre Oliveira, largará dos boxes por não notificar antes de dar ESC.




- PONTUAÇÃO DE PILOTOS
PROTOTYPE
Bruno Miranda garantiu o titulo com uma etapa de antecedencia, Dani Gomes fica muito perto de garantir o vice. Já a terceira colocação do campeonato terá uma boa briga entre Tarso Marques, Eduardo Melo e Cadu Maciel.




GTLM
João Bregonci conquistou o titulo com antedecendia chegando aos 100 pontos!!
Thiago Procopio se garantiu no vice campeonato, enquanto Bruno Fernandes ainda é terceiro colocado, e está em situação tranquila para a disputa, mas Ricardo Prediger ainda corre por fora.




- PONTUAÇÃO DE EQUIPES
PROTOTYPE
A BMRS Motorsports ainda é lider, mas tem no seu encalço a Chrome Racing, com a HVM Racing na terceira colocação




GTLM
A Benkler TR segue lider, com a Benkler Racers em segundo e a Team Schnell na terceira colocação quase garantida.




- PRÓXIMA ETAPA
A Proxima etapa do campeonato acontecerá no circuito de Road Atlanta em uma pista sinuosa e tecnica, os pilotos terão de encarar a largada na parte diurna e o final de prova na parte noturna.




- VT DA ETAPA

Leia Mais... ►

Bruno Miranda campeão!!!


Em corrida acidentada, Bruno Miranda aproveita e se sagra campeão, segunda e terceira posições tem revés e troca de posição por causa de corrida acidentada.
Ao todo foram 13 carros na etapa argentina que foi a final do torneio.

- CLASSIFICAÇÃO
Bruno Miranda se aproveitou bem de uma volta perfeita, e colocou 1.8s de vantagem encima de Arthur Targa que dividiu com ele a primeira fila, Alexandre Oliveira e Rainier Junior dividiram a segund fila.




- CORRIDA
Em largada complicada, varios toques aconteceram, Thiago Rodrigues e Marco de Andrade acertam Tarso Marques em momentos distintos, com isso o piloto da Chrome Abandonou precocemente a prova e na sequencia Marco e Thiago também abandonaram.

Restando 39 minutos, Jesus Neto dá adeus de vez ao titulo após por problemas em seu PC, bater no muro e perder a roda de seu carro.

Na relargada Daniel Gomes perde o carro e acaba batendo o carro e gerando nova amarela.
Restando 30 minutos nova relargada onde Bruno Miranda segue lider, seguido de Targa, Alexandre Oliveira, Czerkawsky e Cividini.
Restando 23 minutos, mais amarela!!! Alexandre Oliveira roda e fica preso na reta.
os pilotos aproveitaram para ir aos boxes.
Restando 16 munutos a relargada com Bruno Miranda, Targa, Czerkawsky, Cividini, Rainier Jr, Cadu Maciel e Rodrigo Yoshihara.
Na sequencia, Emerson Czerkawsky roda, e perde o terceiro lugar para Silvio Cividini.
A 10 minutos do final, Silvio Cividini acabou rodando e com isso perdendo a terceira posição para Emerson Czerkawsky.
Três minutos mais tarde, Silvio Cividini estampa o muro, e acaba perdendo as asas de seu carro.
No final Bruno Miranda venceu com boa vantagem para Arthur Targa.

Targa ficou em segundo lugar, e Emerson Czerkawsky fechou o pódio na terceira colocação.




- CLASSIFICAÇÃO PILOTOS
Bruno Miranda se sagrou campeão da temporada com 61 pontos. Jesus Neto conquistou o segundo lugar ainda sim, Arthur Targa ainda conseguiu um belo terceiro lugar no campeonato com o segundo lugar na corrida.




- CLASSIFICAÇÃO EQUIPES
A BMRS Motorsports fechou com o titulo de equipes, a BSP Racing com a vice liderança, e a HVM Racing Team na terceira colocação do campeonato.




- PILOTOS E EQUIPES DA TEMPORADA
Esses foram os pilotos e equipes que disputaram a temporada T1 2018.




- VT DA ETAPA

Leia Mais... ►

Finalissima!!!


E a OLD BTCC da VORC Series chegou  ao final da temporada, com a etapa de Silvestone, no traçado de 1995, 19 carros estavam em pista, mesmo com o campeonato já decidido em favor de Gustavo Frigotto que não participou da etapa, havia muito coisa em jogo, entre elas a briga pela vice liderança no campeonato de pilotos e a briga no campeonato de equipes.

- QUALIFYING
No qualy a pole position ficou com Leandro Werle da Factory Assalt Team, sendo o unico piloto a andar na casa 1:54 no qualifying, seguido de Thiago Procopio da Benkler, Jesus Neto e Tonga Guardia fecharam a segunda fila da etapa.



- BATERIA 1
Na largada Werle sai na frente e já na primeira curva, Fernando Esquitino fica na curva 1, logo depois na Gilson Rodrigues é outro a escapar da pista!
Ainda na primeira volta, Tonga Guardia e Anderson Medeiros brigam pelo quarto lugar.
No final da volta, Marco de Andrade vinha mais loco que o padre do balão e aprontava na pista com sua M Tech.
Na segunda volta, Allison Zanoni errou e saiu da pista, após tentar ultrapassar Emerson Czerkawsky e passar do ponto e rodou a frente do piloto da HVM Racing.
Volta 3 - Leandro Werle já abre uma boa vantagem encima de Procopio.
Na oitava posição Marco Parma, disputava com Cadu Maciel, seguido por Daniel Gomes, Gilson Rodrigues, Carlos Reina e Emerson Czerkawsky!
Na quarta volta Gilson Rodrigues roda Marco Parma, que acaba sendo acertado por Carlos Reina que não conseguiu desviar do acidente.


Na volta 5 é a vez de Gilson Rodrigues levar uma portada de Dani Gomes que mergulhou e acabou tocando o piloto da BSP Racing 2.
Na volta 6 Emerson Czerkawsky acaba passando reto e ficando com o carro parado na lateral da pista.
Na 8ª volta, Tarso Marques e Cadu Maciel brigavam pela setima posição, até que Tarso Marques escapa um pouco e perde a posição.
Jesus Neto, começa a iniciar um ataque para cima de Thiago Procopio pela segunda posição. logo mais atrás Tonga Guardia ia se aproximando.
Na volta 9, Jesus Neto passa por Thiago Procopio na luta pelo segundo lugar, onde Procopio aparentava ir perdendo rendimento.
Pela 12ª posição, uma boa briga entre Zanoni e Marcelo Vieira duelavam pela posição.
Na ultima volta Thiago Procopio acaba perdendo a posição para Tonga Guardia na ultima vaga do podio.
Leandro Werle vence a primeira bateria com 4 segundos de vantagem, encima de Jesus Neto da BSP Racing, Tonga Guardia fechou em terceiro conquistando o podio.



- BATERIA 2
Luz verde, e na curva 1 Gilson Rodrigues já pula para frente, mais atrás Marco de Andrade já fica na curva 1, Glauber Belo, Tarso Marques e Jesus Neto se enroscam e ficam rodados.
Na sexta, Tonga Guardia é mais um a ir para fora da pista.
Na ponta Gilson se defendia do venezuelano Carlos Reina e Cadu Maciel vinha instigando um ataque, tudo isso antes da primeira volta ser completada.
Cadu se aproveita de uma espalhada de Reina, e toma o segundo lugar para si.
A briga pela pegava fogo, com Ernesto Brock atacando Carlos Reina, Werle vinha na sequencia comboiando a briga esperando por uma brecha.
A segunda bateria pegava fogo em vários trechos, lembrando os áureos tempos da categoria real!!!
Na quarta volta uma boa briga na setima posição entre Jesus Neto e Marcelo Vieira.
Leandro Werle abre a quinta volta indo para cima de Cadu Maciel, na luta pelo segundo lugar.
Thiago Procopio abandona a prova possivelmente por conexão.
Glauber Belo que vinha em boas corridas, lutava contra Marcelo Vieira e Alisson Zanoni na briga pela 8ª posição.
Na setima volta, Werle se aproxima de Gilson Rodrigues que vinha se segurando na ponta desde a primeira volta.
Carlos Reina e Ernesto Brock disputavam a quarta posição! na 12ª Marco Parma e Tarso Marques duelavam na pista também.
Na oitava volta Leandro Werle consegue a ultrapassagem encima de Gilson Rodrigues e abre vantagem logo de cara.
Cadu Maciel se aproxima de Gilson Rodrigues na segunda posição.
Zanoni e Vieira vinham em disputa pela 9ª colocação.
Na ultima volta, Cadu Maciel consegue a ultrapassagem e se coloca na segunda posição da corrida, Gilson fica em terceiro tentando acompanhar.
E Leandro Werle vence novamente na etapa de Silverstone, vencendo pela segunda vez! e conquistar o vice campeonato da temporada.

Cadu Maciel fecha a temporada com um bom segundo lugar, enquanto Gilson Rodrigues fecha na terceira posição, garantindo o titulo de equipes para a BSP Racing 2



- CAMPEONATO DE PILOTOS
Gustavo Frigotto já era campeão e mesmo não participando da etapa, fechou a liderança com 145 pontos. Leandro Werle mesmo entrando a partir da segunda etapa, conquistou o vice campeonato, Tonga Guardia será o primeiro estrangeiro a conquistar um troféu entre os três primeiros.



- CAMPEONATO DE EQUIPES
A BSP Racing 2, conquista o seu primeiro titulo na liga, com 172 pontos, a Factory Assalt Team conquistou o vice campeonato, enquanto a Branca Sports Team fechou o terceiro lugar do campeonato



- TEMPORADA
Estes foram os pilotos e equipes que participaram do campeonato.


- PRÓXIMA TEMPORADA
A Categoria dará um tempo na grade da VORC Series, será substituída pela BMW E90 Cup, que abrirá inscrições a partir do dia 31 de Março.

- VT DA ETAPA

Leia Mais... ►

Surpresa as escuras!!!


Em uma etapa que já se sabia de toda a dificuldade, uma supresa a mais apareceu, o escuridão inesperada acabou chegando e fazendo que a corrida terminasse com 25 minutos a menos aproximadamente, mas nem por isso deixou de ser uma corrida disputadissima.
Foram 30 carros dentre eles as novidades em algumas substituições:
Ricardo Silva passou a ocupar a vaga de Rodrigo Rocha na Black Wings, Arthur Targa substituiu Rodrigo Kbessa e Silvio Cividini correu no lugar de Newlo Nunes na BMRS Motorsports.

- QUALIFYING
DP
Na DP Bruno Miranda fez mais uma pole na temporada, a grande novidade foi Jesus Neto que andou na segunda colocação, enquanto Eduardo Melo apareceu em terceiro no qualy e Dani Gomes em um bom quarto lugar.

GTLM
A Pole na segunda classe ficou com Thiago Procopio da Benkler, enquanto João Bregonci continuou andando rapido com seu Porsche, na segunda fila Bruno Fernandes e Arthur Targa dividiam a fila.



- CORRIDA
Na largada a curva 1 os pilotos passaram relativamente bem, mas na sequencia ao chegar na chicane os pilotos já começaram a ter um enrosco.

Anderson Medeiros e Cristiano Gomes ficaram enroscados junto com Vinicius Loyola.

Na segunda posição Eduardo Melo conseguia a ultrapassagem encima de Jesus Neto.
Na GTLM uma boa briga que acontecia era na região da 20ª colocação, John Martins, João Hebert, Alexandre Oliveira e Bruno Fernandes.
Faltando 1h e 22 pro fim, Vinicius Loyola faz ultrapassagem sobre Cristiano Gomes, e quase acertam Cyro Santana que havia batido na saida da chicane, ainda foi acertado por Phil Henrique.
Ao mesmo tempo era fim de prova para Cadu Maciel que acabou tendo uma desconexão.
Na 18ª do geral um acidente mais forte, João Hebert acaba se rodando e acaba voltando para  a pista de forma imprudente e entra na frente de Ricardo Prediger.
Eduardo Melo se aproveita do trafego e se aproxima ainda mais de Bruno Miranda na briga pela ponta da prova.
Faltando 1:17h pro final, Tarso Marques acaba rodando na chicane, mas volta sem problemas para a corrida.
Procopio vinha liderando na categoria GTLM com boa vantagem para João Bregonci.
Restando 1:13h para o fim, Eduardo Melo consegue assumir a ponta dos DP, em ultrapassagem antes da chicane encima de Bruno Miranda, levando a Paraguay Racing AV para a ponta da prova.
Emerson Czerkawsky roda na penultima curva, mas acaba voltando para a prova.
Restando 1:04h, Cristiano Gomes recupera a posição encima de Vinicius Loyola, pela 8ª posição.
Jesus Neto acabou rodando sozinho e perdendo a posição para Dani Gomes.
Restando uma hora para o final da corrida as situações eram assim
DP, Melo o lider, com Bruno Miranda, Dani Gomes, Ricardo Silva e Jesus Neto na sequencia...
Na GTLM Thiago Procopio era o lider, com João Bregonci, Arthur Targa, Sidney Santos e Ernesto Brock no TOP5
Em briga com Jesus Neto, Ricardo Silva leva uma bordoada de Jesus de forma desplicente e o piloto da Black Wings leva a pior.
Com 55 minutos para o final, começa a anoitecer, de uma forma um pouco mais forte que o que se parecia que ia anoitecer....
Uma outro briga boa que vinha acontecendo, era entre Sidney Santos, Ernesto Brock e Bruno Fernandes.
Restando 50 minutos, Eduardo Melo colocava 3 segundo para Bruno Miranda, na GTLM Thiago Procopio era o lider encima de João Bregonci.
Restando 49 minutos, Brock estourou o motor de seu Aston Martin e é fim de prova para o piloto gaúcho!
Melo fez sua parada, e com isso Bruno Miranda reassume a primeira colocação da corrida.
Restando 45 minutos para o final, bandeira amarela em virtude de Marco de Andrade e Silvio Cividini que encostou em outro local da pista.
Bruno Miranda que não havia parado, teve de ir aos boxes na amarela, perdendo a ponta para Eduardo Melo.
Melo seguia lider da DP, enquanto João Bregoncia assumia a ponta na GTLM
Faltando 35 minutos bandeira verde, e Bruno Miranda se aproveita e ultrapassa Eduardo Melo, mas o ambiente vinha escurecendo muito rapido e ficando cada vez mais escuro.
Restando 30 minutos Melo se encosta com o carro de Ricardo Silva que vinha rodando na pista.
Dani Gomes vinha na terceira colocação da prova em briga direta com Tarso Marques seu companheiro de equipe da Chrome Racing.
Targa que vinha liderando na GTLM, acabou perdendo a ponta para João Bregonci que fazia a ultrapassagem após erro do piloto que vinha substituindo Rodrigo Kbessa.
Na DP, Tarso Marques vinha para terceira colocação encima de Dani Gomes.
Faltando pouco mais de 23 minutos a direção de provas optou por uma bandeira amarela para reagrupar os pilotos em virtude da alta escuridão que assolava o circuito e os carros acabaram tendo problemas com faróis dos carros que por alguma motivo não estava funcionando no miolo do circuito.
Com isso a direção de provas fez o agrupamento dos pilotos indicando a 39ª volta como a ultima volta da prova com bandeira vermelha.
Bruno Miranda vence a etapa conquistando sua segunda vitória na temporada, com Eduardo Melo em segundo e Tarso Marques fechando o podio.

Na GTLM, João Bregonci vence com seu Porsche,

Arthur Targa foi o segundo colocado e Bruno Fernandes conquistou nos metros finais a terceira colocação após uma queda de conexão de Thiago Procópio.



- PONTUAÇÃO PILOTOS
DP
Bruno Miranda se mantem lider ndo campeonato, agora com 30 pontos de vantagem encima de Eduardo Melo da Paraguay Racing AV, Dani Gomes aparece em terceiro lugar com 32 pontos de desvantagem.



GTLM
João Bregonci coloca-se ainda mais na ponta, com três vitórias, e assim como na DP, a diferença do campeonato em 30 pontos para Thiago Procopio seu companheiro de equipe, Bruno Fernandes é o terceiro no campeonato com 42 pontos e 3 podiums em 2 corridas que fez na temporada.



- PONTUAÇÃO EQUIPES
DP
A BMRS Motorsports é lider do campeonato com 78 pontos, enquanto a Chrome Racing tem 58 pontos, e a HVM Racing vindo em terceiro lugar com 56 pontos.



GTLM
A BenKleR TR é a lider do campeonato, com 4 pontos de vantagem encima da co-irmã BenKleR Racers, a M Tech Sports é a terceira colocada no campeonto com 42 pontos.



- PRÓXIMA ETAPA
A proxima etapa acontecerá no belo circuito de Elkhart Lake, ou simplesmente Road America, em seu traçado de 6.514km com longas retas, e curvas de altas velocidade.



- VT DA ETAPA



Leia Mais... ►

Disputa eletrizante em Long Beach


Mesmo que com uma piada pronta, o titulo da etapa diz bem como seria a quinta feira da etapa na pista americana!!!
Quatorze carros iniciaram a etapa. e 7 terminaram, mas as brigas e disputas foram intensas o tempo todo.

- QUALIFIYNG
Jesus Neto foi a grata surpresa ao lado de Ernesto Brock, o piloto da BSP Racing que vem em boa fase, fez a pole. Bruno Miranda o então lider do campeonato sairia na 3ª colocação seguido de Alexandre Oliveira, mostrando que a Paraguay Racing AV também vinha vem para a etapa.
Emerson Czerkawsky e Marco de Andrade tiveram de largar do fundo do grid em virtude de quedas que por regulamento o jogam para o final do grid, e Arthur Targa pagou uma punição saindo dos boxes.



- CORRIDA
Na largada Ernesto Brock surpreende Jesus Neto e pula para a primeira posição, mas antes mesmo do final da volta Jesus Silva recupera a posição.


Na sequencia Bruno Miranda passa por Brock e pega o segundo lugar para si!
Rainier Junior vinha em boa largada, estando na 6ª colocação naquele momento
Thiago Rodrigues vinha segurando pelotão, mas bate forte e perde a roda do carro, com isso acaba gerando a primeira bandeira amarela da corrida.
Com 44 minutos para o fim, os pilotos relargam, Jesus Neto consegue saltar bem na ponta.
Na terceira, Enresto Brock e Alexandre Oliveuira vinham andando bem, com Tarso Marques seguindo os dois.
Faltando 41 minutos, foi onde começou a grande batalha entre Jesus Silva e Bruno Miranda, que durou praticamente a corrida toda.

Logo depois Alexandre Oliveira e Brock, trocam de posição na pista.
Faltando 38 minutos, Cadu Maciel perde a asa, Tarso Marques bate sozinho e perde a roda do carro, sem gerar uma amarela, mas para piorar Cadu Maciel não consegue recolocar a asa de seu carro em virtude de um bug e levou o carro como pode na pista.
Na ponta da prova, Bruno Miranda seguia tentando encontrar um espaço encima de Jesus Silva.
Emerson Czerkawsky foi mais uma vitima de acidente após um erro, restando 34 minutos para o final da prova.
Jesus Silva cometeu um erro e acabou caindo para a terceira colocação, bom para Bruno Miranda que assumiu a ponta naquele momento.
Com 30 minutos, Arthur Targa já vinha bem andando na quinta colocação mesmo depois de sair dos boxes, se aproveitando da bandeira amarela no inicio da prova.
Restando 27 minutos, Daniel Gomes foi mais um a perder o ponto de freada, e acabou batendo forte, causando mais um safety car, nisso Bruno Miranda comete um erro de entrar nos boxes, mas o piloto seguiu sem parar e não houve penalização.
Neto Silva estava saindo dos boxes no exato momento da amarela e acabou se beneficiando.
No realinhamento, Neto lider, com Cividini em segundo, e na sequencia, Bruno Miranda, Ernesto Brock, Alexandre Oliveira, Arthur Targa, Rodrigo Yoshihara, Rainier Junior e Cadu Maciel fechando os 9 que continuavam em pista.
Rainier Junior foi mais uma abandonar a prova, porém com problemas de conexão.
Com 18 minutos pro fim, Brock faz uma bela ultrapassagem em Silvio Cividini e conquista a terceira colocação na prova.
Na sequencia Cividini vate no muro, e acaba colhendo junto o carro de Arthur Targa.
Restando 13 minutos, Bruno Miranda volta a atacar Jesus Neto e sempre tentando colocar o carro por fora, mas Jesus se defendia muito bem!
Restando 7 minutos, Ernesto Brock que vinha na quarta colocação bate, e gera uma bandeira proxima ao final da corrida.
Na relargada Alexandre Oliveira é outro que bate, mas o piloto da Paraguay Racing consegue retirar o carro para longe de abandona a prova.
Em um final eletrizante, Bruno Miranda iniciou uma Blitzkrieg para cima de Jesus Neto, Arthur Targa foi se aproximando do pelotão e na ultima volta tenta um ataque para cima de Bruno Miranda,

 Jesus Silva acaba vencendo a prova, com Bruno Miranda na segunda posição e Arthur Targa em terceiro com os três passando com menos de 1 segundo de diferença entra si.



- CLASSIFICAÇÃO DE PILOTOS
Bruno Miranda ainda é lider do campeonato mas com apenas 2 pontos de vantagem encima de Jesus Neto! Cadu Maciel ainda é o terceiro colocado no campeonato e com chances de titulo, mas dependendo de uma combinação de resultados vem 15 pontos atrás de Bruno e Jesus.



- CLASSIFICAÇÃO DE EQUIPES
A BMRS Motorsports assume a ponta do campeonato, seguida da BSP Racing que vem 3 pontos atrás, a HVM Racing Team aparece em terceiro lugar no campeonato.



- PROXIMA ETAPA
Quem receberá o evento final da temporada será o circuito de Buenos Aires usado em 2015 pela Formula E.
Consiste em um traçado curto de 2.440 km com curvas de baixa e chicanes que dificultarão a vida dos pilotos.



- VT DA ETAPA

Leia Mais... ►