MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Miranda e Procópio vencem em estreia de Gala


Após o adiamento por conta de problemas com o simulador, a tão aguarda IMSA Sportscar Series teve sua estreia no último dia 18, com mais de 30 carros dispostos a vencer os adversários e os desafios do circuito técnico de Mid-Ohio em uma epopeia que teve 1:30h de pé embaixo!

Na classificação da GTLM, o campeão da categoria João Bregonci, da M-Tech Sports, começou a temporada de defesa de título da melhor forma possível fazendo a pole position de sua categoria com 1:16.199 e colocando meio segundo em John Martins, da Hola Viva Mexico, que virou na casa de 1:16.6. a segunda fila foi composta por Rodrigo Kbessa e Thiago Procopio em quarto, ambos da Benkler Racers.

Na classificação dos DPs, Bruno Miranda, da BMRS marca a pole no zerar do cronêmetro com 1:11.826, sendo o único na casa de 1:11. Em segundo ficou seu rival direto desde a temporada passada, Eduardo Melo, da Hola Viva Mexico, com 1:12.180. A segunda fila foi composta por uma ótima terceira posição do piloto português Paulo Rodrigues, da TimeXtraBe e Dani Gomes, da Chrome Racing em quarto. Destaque negativo para a desclassificação do piloto Cristiano Gomes, da Calango Racing por excesso de voltars permitidas e teve que largar de último lugar. Confira abaixo a classificação completa:


Por questões específicas com a pista, a largada foi realizada em modo de segurança. Um começo de prova bem seguro dos pilotos, apenas a ultrapassagem do Vinicius Loyola em cima do Emerson Czerkawsky. Logo após o piloto da Evolution roda e perde várias posições. Logo após o Paulo Rodrigues não consegue sustentar a terceira posição e perde para Dani Gomes e perde a quarta para um Philippe Henrique em uma exibição espetacular até o momento. Nos GTs, as posições seguem inalteradas na frente, porém Ricardo Prediger já ganhava várias posições logo nesse início.

Perto dos 10 minutos de corrida, um lance estranho envolvendo Philippe Henrique e João Bregonci acabou tirando completamente a chance de vitória ao perder a asa traseira no lance e acabou voltando na última posição de sua classe.


 Phillipe Henrique acaba caindo para 11º e fica no meio dos GTs. Praticamente no mesmo tempo, Czerkawsky acabou se acidentando sozinho e teve que parar para fazer reparos e caipara 23º no geral. 2 minutos depois, Marcelo Vieira, da Parma Motorsports, acabou batendo e furando o pneu e quase causou um acidente mais sério com Kbessa, mas a corrida seguiu em verde. Enquanto isso, seguia uma briga quente entre Edgar Horst Jr, Luciano Rocha, Alexandre Oliveira, Joao Hebert e Ricardo Prediger. Tudo isso com a aproximação do Líder dos DPs, esse que acabou errando e perdendo a liderança para Melo.


Faltando pouco mais de 1 hora para o fim, Miranda em uma bonita manobra, retomou a liderança das mãos do Eduardo Melo. Nos GTs Prediger e Horst brigavam ferozmente enquanto Alexandre Oliveira, enfrentava problemas com seu equipamento e acabou batendo e com pneu furado, teve que fazer uma parada forçada. No decorrer da corrida, a dupla da 268 Racing seguia junta na classe GT enquanto Prediger acabou errando e no retorno foi acertado pelo Horst. As paradas no box começaram logo depois. Destaque para Bruno Miranda que errou tanto na entrada do pit como no calculo do combustível e teve que fazer duas paradas para valer uma e com isso Melo conquistou a ponta novamente. Na metade da prova o top5 dos DPs era Melo, Dani Gomes, Miranda, Rodrigues e Cristiano Gomes. O top5 dos GTs era John, Kbessa, Procopio, Cadu Maciel e Ernesto Brock.

A corrida seguia sem muitas disputas após a janela de parada nos boxes. Faltando meia hora para o fim, João Bregonci optou por abandonar a corrida que já estava comprometida pelo incidente no início. Nos DPs, Miranda começou a caça ao Melo que estava mais de 10 segundos a frente e no momento era de aproximadamente 7 segundos. Enquanto isso, também começou uma aproximação do Czerkawsky no Paulo Rodrigues para negociarem a quinta posição. Nos GTs, Cadu Maciel abandonou a prova por queda de conexão. Faltando 20 minutos para o fim, Mauro Ekerman, da FTR, acabou se envolvendo em um toque com Bruno Miranda e abandonou a prova.

A disputa pela ponta esquentou no final da corrida. Com ritmo melhor, Miranda conseguiu tirar a diferença para Melo e faltando exatamente 10 minutos para o fim o piloto da BMRS conseguiu efetuar a manobra no fim da reta oposta.

No mesmo instante, Dani Gomes acabou acertando até então líder da GTLM Kbessa, que fez o piloto da Benkler bater e perder três posições. Logo após Kbessa conseguiu diminuir o prejuízo ultrapassando Ernesto Brock. No finalzinho da prova, Emerson Czerkawsky conseguiu se aproximar com rapidez mas não conseguiu superar Paulo Rodrigues e na liderança.

Após a ultrapassagem e segurar o ímpeto final do piloto da HVM, Miranda vence etapa na categoria DP e geral, com Melo em segundo e Dani Gomes finalizou em terceiro na categoria DPs. Já na GTLM Thiago Procopio vence sem muitas dificuldades após o incidente com seu companheiro de equipe,


 com John Martins, da Hola Viva México entre eles em segundo lugar. Confira abaixo o resultado oficial.


Punições:
Dani Gomes - volta 57 - Incidente com carro de outra classe (Rodrigo Kbessa) + 20 segundo [4 pontos na carteira]

Após a primeira etapa, Bruno Miranda é líder da categoria DP com 23 pontos, com Melo em segundo com 16 e Cristiano Gomes é o terceiro com 15 pontos. Na GTLM Procopio é o líder com 22 pontos, John Martins é o segundo e Rodrigo Kbessa é o terceiro, com 16 e 14 pontos, respectivamente.




No campeonato de equipes na classe DP, a BMRS Motorsports é a líder com 23 pontos, HVM Racing Team é a segunda colocoada com 16 pontos. Na GTLM, a Benkler é a líder com 22 pontos, CTE Racing HVM é a segunda com 16 pontos.



No campeonato de construtores, na Prototype, a Dallara é lider com 23 pontos, enquanto na GTLM a BMW sai lider com 22 pontos.




A próxima etapa será no circuito de Mosport Park, atual Canadian Tire Motorsports Park, daqui a 14 dias, com transmissão exclusiva da XtremeTV.



VT da Etapa