MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Noite de gala da BSP: Jesus vence e Pedro é campeão da V8


O encerramento da V8 Supercars foi em grande estilo no circuito australiano de Philip Island, coroando um campeonato disputado e muito movimentado. Pedro de Oliveira tentaria manter a liderança recém conquistada somente na etapa anterior frente a Carlos Reina.

Na classificação um susto, Pedro de Oliveira com problemas não consegue registrar tempo e largou de 16º e último lugar enquanto se concorrente direto fez apenas o 13º tempo. A primeira fila foi formada por gringos. O pole position ficou com Tonga Guardia (Branca) com 1:31.865, o único a andar na casa de 31 enquanto Paulo Estavão (Kinetic) ficou 0,5s atrás. A segunda fila foi formada por Ernesto Brock (HVM) e Jesus Neto (BSP).



Uma corrida bastante movimentada e pouco acidentada, Tonga e Jesus largaram bem e se destacaram na frente. Estevao e Brock perderam posições.



 Pedro já largou com tudo e já era o nono ainda na primeira volta. Na terceira volta Tonga rodou sozinho, Paulo Gomes não conseguiu desviar e Jesus assumiu a ponta para não largar mais. Enquanto isso a briga pela segunda posição ferveu entre Estevao e Brock e com o grupo Pedro, Falcão, Tonga e Samuel Pontes (BSP) e Reina. Os dois postulantes ao titulo erraram e perderam várias posições.

Faltando 30 minutos para o fim, Estevao partiu pra cima do Brock e um toque acabou tirando os 2 pilotos da pista e com isso a terceira posição fica com Czerkawsky no momento. Destaque para o Fair Play de Estevao ao aguardar o Brock retornar a frente. A corrida ficou embolada nesse momento com 5 pilotos disputando a segunda posição.

A paradas dos boxes não foi boa para a HVM que ficou preso com pilotos que ainda não tinham deito a parada. Faltando 15 minutos para o fim o top5 era composto por Jesus, Estevao, Tonga, Czerkawsky e Pedro. Samuel Pontes errou quando defendia a posição para o Brock e perdeu algumas posições enquanto Pedro concretizou a manobra em cima do Czerkawsky e assumiu a quarta posição. Na tentativa de reaver a posição Emerson acabou rodando sozinho e perdendo algumas posições.

Faltando menos de 10 minutos para o fim, Pedro tirou a diferença para o segundo e terceiro e a briga pela posição esquentou enquanto Czerkawsky fazia sua segunda parada e com isso perdeu várias posições. Assim que Pedro conseguiu assumir a segunda posição no exato momento que Tito Tomey bateu forte e com isso foi acionada a primeira e única bandeira amarela da etapa e com isso TODAS as etapas tiveram o fim com o carro de segurança. Com isso Jesus venceu a etapa sem muitos esforços



, com Pedro em segundo e Paulo Estevao em teceiro.



Com o resultado, Pedro sagrou-se campeão da V8 com 94 pontos, Carlos Reina lutou bastante, mas a 13ª posição na corrida não foi suficiente para fazer frente e terminou com 62 pontos. Tonga Guardia quase pegou o vice-campeonato com 60 pontos.



Pelas equipes, a HVM é a campeã baseada na regularidade com 99 pontos, com BSP Racing 3 em segundo com 94 pontos e Branca Sport Team em terceiro com 66 pontos.



A Nations Cup foi uma pontuação bem bacana e o Brasil ficou em primeiro por conta da maioria dos pilotos com 129 pontos, Venezuela ficou em segundo com 62 e Portugal em terceiro com 60 pontos.



Já nas marcas a Nissan que no inicio foi a ultima a ser escolhida, acabou se saindo como a grande vencedora da temporada com 126 pontos.



Esta temporada foi tão boa que a VORC vai manter a categoria com a adição de mais 10 minutos de corrida e para comemorar o excelente campeonato, a VORC fará uma corrida especial de Duplas em Queensland e as inscrições estão abertas. Não deixe de conferir as nossas corridas pela XtremeTV!

VT da Etapa


Nenhum comentário:

Postar um comentário