MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Vitória amarrada!



Em corrida de muitos acidentes e amarelas, a VORC Series chegou ao Texas para a segunda etapa da temporada da Indycar Series, foram 19 carros que participaram da corrida que foi bastante truncada.

Qualifiyng
A Pole foi uma grande surpresa, o piloto estreante Guilherme Lima (MidiaSom) fez 20.850, em segundo lugar Fabio Marques (Black Wings RT) passou com o segundo tempo, enquanto Jesus Neto (BSP Racing) líder do campeonato foi o terceiro, Diego Said (Black Wings RT) o quinto, e fechando o TOP5 Tonga Guardia estreando no campeonato com a BSP Racing.


Corrida
Na largada que começou bem confusa, Fabio Marques pulou para a ponta, com Guilherme Lima em segundo e Diego Said em terceiro. E Tonga Guardia roda no início da reta, mas volta em segurança para a corrida.


Antes mesmo de relargar  Emerson Czerkawsky (HVM Racing Team) estava saindo dos boxes e acaba rodando e batendo, causando uma nova amarela.
Restando 50 minutos a relargada acontece e Fabio Marques larga bem e dispara na frente, Diego Said vindo em segundo com Jesus Neto na terceira colocação.
Com 47 minutos, nova amarela, Diego Said roda sozinho atrás de Fabio Marques e acaba ficando virado ao contrario na prova.
Nova relargada restando 43 minutos.
E mais um acidente forte, Glauber Belo (Thunder Racing) perde o carro bate no muro interno, e bate de volta em Marcelo Vieira (Parma Motorsports) e Tonga Guardia, fim de prova para o piloto da Thunder que destruiu seu carro.
Os pilotos relargaram com 36 minutos pro final, Jesus Neto partia para cima de Fabio Marques ba ponta, com Rafael Gonçalves e Paulo Maeda em 4º.
Luiz Gustavo (BSP Racing 2) acaba dando uma topada no muro e roda, causando a quinta bandeira amarela da noite, mas o piloto retorna de forma até que “ilesa”
E vários pilotos optam por ir aos boxes para reabastecer e trocar pneus, com isso Marcos Felisberto (Feliberto AV) assumia a ponta com Marcelo Vieira em segundo e Philippe Henrique (BMRS Motorsports) na terceira posição.
A sexta bandeira amarela veio quando Paulo Maeda e Paulo Rodrigues se enroscaram no trecho da reta dos boxes, Paulo Maeda saiu rodando, mas sem bater no muro.
O então líder Felisberto vai aos boxes, com Phil Henrique assumindo a ponta da corrida, com Thiago Luiz (Thunder Racing) aparecendo em segundo lugar, com Jesus Neto já vindo em terceiro. Enquanto o 15º Diego Said consegue retirar uma volta em relação ao líder.
Um acidente múltiplo, após um toque de Paulo Rodrigues em Said, acabou fazendo um efeito cascata com Fabio Marques e Paulo Maeda se envolvendo no acidente e já colocando dois carros da Black Wings de fora.
Phil Henrique, Thiago Luiz e Nathan Marchon (Sinister Race Team) foram aos boxes, com isso Jesus Neto vinha na liderança, com Rafael Gonçalves em segundo e Lino Palladino (Team CTR) em terceiro.
Nova relargada com 17 minutos para o final. Mas mal deu tempo de ver os carros andando e tivemos uma nova amarela após novo toque entre Paulo Maeda e Paulo Rodrigues, que acabou envolvendo os carros de Phil Henrique e Tonga Guardia.
Restando 10 minutos a esperança de um trecho longo em verde era a esperança de todo mundo, mas Felipe Muniz (Melo Autosport) conseguiu causa mais uma amarela.
Restando 5 minutos, nova verde, Jesus Neto liderando a prova, com Rafael Gonçalves em segundo.
Nathan Marchon vinha forte aproveitando o trecho final da corrida, mas uma nova amarela com Felipe Muniz causando uma nova amarela, ao tocar em Luiz Gustavo.
Por surpresa ainda deu tempo de fazer a relargada e ai foi onde o mais inacreditável aconteceu, Jesus Neto roda na ultima curva e acaba dando de bandeja a vitória


 para Rafael Gonçalves 


com Nathan Marchon em segundo e Luciano Rocha fechando em terceiro após grande corrida.


Campeonato de pilotos
Nathan Marchon assume a liderança do campeonato com 40 pontos, 4 a mais que Rafael Gonçalves, Jesus Neto é o terceiro colocado com 33 pontos.


Campeonato de equipes
A Sinister Race Team assume a ponta com 40 pontos, a Black Wings FSW cola em segundo com 36 pontos, e a BSP Racing vem em terceira com 33 pontos.


Protestos e Punições
#45 P.Maeda > #27 P.Rodrigues –N2, +20s – O piloto acaba descendo a linha e ocasionando toque.

Direção > #27 P.Rodrigues – N2.+20s – O piloto entra nos boxes com o setor fechado sem permissão da direção e sem haver o longest line na relargada.

Carteira de Punições


Advertências
#27 P.Rodrigues – Recomenda-se ao piloto se atentar um pouco mais as mudança de linhas, principalmente com outros carros estando próximos de fazer o lado a lado, ou já com o lado a lada, verificar se o spotter do simulador está ativado para ovais pelo menos.

Próxima etapa
Agora os pilotos partem para Wisconsin, onde a categoria correrá em Road America para a terceira etapa do campeonato.


Vt da etapa