MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Diego Said festeja na noite de Milwalkee e se aproxima de titulo da Champ Car.


Em mais uma etapa, agora chegando ao oval americano, em uma corrida começando no fim de tarde e tendo a parte noturna, a primeira do tipo na VORC Series, com 27 carros em um traçado complicado e um carro ruim de vácuo, os pilotos tiveram de lidar com tudo isso.

QUALIFICAÇÃO:
Rodrigo Vicente surpreende e crava a pole position com o tempo de 19.633, enquanto Diego Said fez o segundo tempo com 19.733, fecharam a segunda fila, Tonga Guardia e Ricardo Prediger, completaram os 10 primeiros, Nathan Marchon, Luciano Rocha, Wendel George, Jesus Neto, Rafael Gonçalves e Luiz Gustavo.


CORRIDA:
A corrida começou de forma diferente com duas voltas de apresentação para que os pilotos tivessem maior tempo para se adaptar a largada em fila dupla.
Na largada Said dá um bom salto e pula para o primeiro lugar, os carros cada um tentando encontrar seu espaço e fugindo da turbulência do vácuo.
Tonga Guardia e Rodrigo Vicente duelando pela segunda posição, mas acontece a primeira amarela, após acidente de Tarso Marques.
Nesse momento já inicia-se a guerra das estratégias com alguns pilotos indo aos boxes mudando as estratégias.
Os lideres começaram a pegar trafego e com isso, a dificuldade aumento ainda mais devido a turbulência.
Tonga Guardia parte para o ataque encima de Diego Said, tentando conquistar a ponta, mas não consegue e ainda perde a posição para Rodrigo Vicente.
Vicente consegue assumir a ponta ao ultrapassar Said.
Hugo Ramalho se atrapalha ao entrar no boxes, e fica rodado ao contrario, causando nova bandeira amarela, quando alguns carros começaram a ir aos boxes, e nisso pegou muita gente de “calça curta” fazendo os pilotos terem suas estratégias prejudicadas.
Luciano Rocha da #268 Racing assumia a ponta da corrida, seguido de Rodrigo Vicente, Alexandre Oliveira e Emerson Czerkawsky.
Assim pilotos que ainda não tinham ido aos boxes, foram para seus pits stops, com isso muita gente se deu bem ganhando volta encima de quem parou em bandeira Verde.
Vicente relarga na liderança quando restavam 40 minutos de corrida e já eram completadas 50 voltas de corrida. Mas a relargada é adiada após um acidente em amarela, Jesus Neto e Raphael Arqueti apareceram rodados, ambos rodaram sozinhos e tiveram problemas.
Vicente relarga na frente, com Tonga Guardia em segundo e Ricardo Prediger em terceiro, partindo pro ataque encima de Tonga e conquistando o segundo lugar.
Logo na sequencia Tonga Guardia reassume a posição, mas uma nova bandeira amarela com Emerson Czerkawsky que ainda levou Wendel George e Raphael Arqueti junto no incidente.
Wendel George acaba causando nova amarela na relargada ao não perceber que seu carro estava sem a asa traseira e acabou rodando na pista.
Faltando 24 minutos a relargada foi dada, e já tínhamos 69 voltas completadas na corrida.
Vicente seguia líder, com Tonga Guardia ainda andando em segundo, com Ricardo Prediger em terceiro.
Restando 23 minutos uma nova amarela, Silvio Cividini rodou sozinho e causou mais uma amarela na corrida.
Os boxes ficaram agitados, com Rodrigo Vicente indo aos boxes, entre outros pilotos, com isso Tonga Guardia assumiu a ponta da prova.
Tonga relarga na frente, com Ricardo prediger ainda no seu encalço!
Nova bandeira amarela, Jesus Neto roda sozinho e acaba ficando ao contrario na pista.
Na relargada uma confusão, Tonga Guardia se confunde e entra nos boxes no momento da relargada, o que acaba gerando uma confusão, onde foi necessário dar uma nova amarela.
Com isso o argentino acabou estragando sua estratégia, a liderança era de Ricardo Prediger, com Diego Said em segundo e Lino Palladino que vinha em corrida ao melhor estilo Highlander em terceiro lugar.
Restando 7 minutos para a largada e 95 voltas completadas, Prediger relargada na ponta da corrida, seguido por Said que vinha com sangue nos olhos em busca dessa vitória, Lino Palladino era ultrapassado por Rodrigo Vicente que pulou para o terceiro lugar na corrida.
E perto do final mais uma amarela, Luciano Rocha causa nova rodada, restando 5 minutos para o final.
Na relargada Diego Said ataca Prediger em busca da Vitória, o piloto da Schnell vai tentando defender como podia, até que Said coloca seu carro por fora e chegando na Curva 1, Prediger roda e finaliza a prova em amarela, o deslize de Prediger custa caro, e Diego Said vence o GP de Milwalkee, com Rodrigo Vicente em segundo e Lino Palladino que remou para chegar em terceiro, mas como dizia a história de Joseph Climber, a vida, a vida é uma caixinha de surpresas e o piloto acabou tendo problemas com o LOG e sendo desclassificado da etapa, com isso Bruno Miranda conquistou o terceiro lugar na classificação final.


PROTESTOS E PUNIÇÕES:
Direção > Tongua Guardia +1 pts na carteira, (Não prestou atenção ao procedimento de amarela e acabou causando uma confusão na relargada)


CARTEIRA:


CAMPEONATO DE PILOTOS:
Diego Said com duas vitórias vai a 50 pontos, colocando 18 pontos de vantagem em Bruno Miranda que é o vice líder do campeonato que tem 32 pontos, Rodrigo Vicente é o terceiro colocado no momento com 28 pontos.


CAMPEONATO DE EQUIPES:
Black Wings RT continua líder do campeonato com 50 pontos, a BMRS E-Sports vem em segundo lugar com 32 e a Team Pink Power com 28.


NATIONS CUP:
O Brasil é líder com 50 pontos, Portugal em segundo com 14 e Argentina tem 7 pontos.


VT DA ETAPA:
Confira aqui o vt da etapa de Milwalkee




PRÓXIMA ETAPA:
A Próxima etapa do campeonato será no Canadá, onde os carros partem para Montreal onde o circuito tem tudo para proporcionar uma grande corrida.