MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

IMSA Series fecha temporada em grande estilo.


A IMSA Series chegou a Mt Tremblant no Canadá para a etapa final, um circuito apertado, com trechos rápidos e sinuosos, mas outras mais lentas, foi o grande desafio da final. Ao todo 27 pilotos fizeram parte da etapa (9 Dpi, 10 GTLM e 8 GTD), o que transformou a corrida em uma situação difícil com as ultrapassagens entra classes.

QUALIFICAÇÃO:
DPI
Na classe rainha, Ernesto Brock (HVM Racing) fez uma pole position surpreendente, com o tempo de 1:21,676, enquanto Bruno Fernandes (Fitness Racing Snow Schatten) se colocou em segundo com apenas 0:024s de diferença, Felipe Lima (MS-2 Motorsports) e Dani Gomes (Chrome Racing) e Carlos Maciel (Team Schnell) fecharam o TOP5.




GTLM
Thiago Procopio (Fitness Racing Snow Schatten) cravou o tempo de 1:27,824, João Hebert da M Tech Sports foi o segundo colocado no qualy, Wendel George (CTE Racing HVM) que defendia a liderança do campeonato foi o terceiro, ainda fecharam o TOP5 Luciano Rocha da #268 Racing e Werner Marote com a BMW da Team Schnell.




GTD
Na terceira classe da categoria o já campeão John Martins, colocou o Lexus da Herdez Competition na pole, com Edgar Horst Jr (M Tech Academy) em segundo, Cadu Maciel (BSP Racing), Lino Palladino (Team CTR) e Cyro Santana (4EverBr) formaram o TOP5.




CORRIDA:
A Etapa canadense começou de certa forma amarrada com as bandeiras amarelas rolando solta em virtude dos acidentes que iam acontecendo durante a corrida, o que ia lançando varias situações de estratégias, tendo por exemplo causado na DPI, nada mais do que 5 lideres diferentes durante a prova.
Enquanto isso na GTLM Procópio tentava conquistar o título encima de Wendel George, e vinha liderando a prova, até que o paranaense com seu Ford GT acabou se envolvendo em problemas e abandonando a prova após um acidente.
Na GTD Edgar Horst Jr vinha liderando em um duelo de Lexus com John Martins, Cadu Maciel em estratégia diferente chegou a liderar a prova, assim como Lino Palladino também, porém Edgar Horst Jr perdeu a ponta após um toque com John Martins.


Ao final de 2 horas e 3 minutos de corrida, Ernesto Brock venceu a corrida após uma amarela a quatro minutos do final da prova, Bruno Fernandes foi o segundo colocado e garantiu o título da categoria com Brock sendo o vice.




Na GTLM, Wendel George foi o vencedor e conquistou o titulo da classe, seguido de João Hebert com seu Porsche, Luciano Rocha fechou o pódio da classe.



Na GTD, John Martins cruzou a linha de chegada em primeiro, mas perdeu a vitória para Edgar Horst Jr após um toque entre eles, John teve 20 segundos adiciona ao tempo, mas ainda sim cruzou em segundo, Lino Palladino foi o terceiro colocado na prova.




PROTESTOS E PUNIÇÕES:
E.Horst Jr > J.Martins – N2, +20s 2pts carteira – O Toque do #01 causou o acidente do #51.

O Piloto Edgar Horst Jr, está suspenso da liga por tempo indeterminando, sendo suas inscrições não mais aceitas pelo menos até o final do ano. Em virtude de situações antidesportivas na etapa de Barber e sendo agravadas pelo não respeito ao que foi solicitado pela liga no briefing da etapa sobre os protestos.

CARTEIRA DE PONTOS:




PONTUAÇÃO PILOTOS:

DPI:



GTLM:



GTD:



PONTUAÇÃO EQUIPES:

DPI:



GTLM:



GTD:




PRÓXIMA TEMPORADA:
A IMSA Seguirá na grade de competições da VORC Series, a categoria contará agora com os novos DPI, tendo por enquanto para a proxima temporada o Cadillac e o Mazda na classe, enquanto a McLaren 720S entrará na GTD, na GTLM ficarão todos os carros que disputaram esta temporada.

VT DA ETAPA