MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Por um piscar de olhos!!!


A Champ Car chegou para a sua grande final, na corrida noturna no oval de Las Vegas, prevendo uma corrida com um grupo de pilotos andando em Pack Racing o tempo todo, a calma seria o ingrediente principal.

QUALIFICAÇÃO:
Com apenas uma volta rápida para todos os pilotos, Diego Said (Black Wings RT) fez o melhor tempo com 27,790, seguido de Rodrigo Vicente já campeão da temporada com sua BSP Racing fez 27,797, ainda teve Luiz Gustavo da BSP Racing 2 e Ricardo Prediger (Team Schnell) fechando a segunda fila no qualy.
Completaram o TOP 10: Paulo Rodrigues, Luciano Rocha, Paulo Tchachalowski. Alexandre Oliveira, Cristiano Gomes e Levi Ávila fechando.




CORRIDA:
A Etapa começou como o esperado, um grande pack de carros, andando próximos, em filas duplas e triplas em alguns casos, mas todos vinham mantendo a calma na prova.
O primeiro a se acidentar, mas sem causar bandeiras amarelas, foi Emerson Czerkawsky (HVM Racing Team) que acabou batendo e encostando em uma fenda de muro, assim evitando a amarela.
Rodrigo Vicente, Felipe Lima (MS-2 Motorsports) e Diego Said vinham brigando pela ponta, com Nathan Marchon (Black Wings FSW) também sempre andando próximo aos líderes mesmo saindo de trás no grid.
O primeiro stint foi em verde mesmo, e foi onde fez mais uma vítima, Cadu Maciel (BSP Racing) acabou tendo uma pane seca e abandonando a prova.
Na segunda amarela foi onde o caldo começou a engrossar e uma leva de pilotos foi aos boxes, e outros tendo de ir com boxes fechados, gerando uma situação inusitada com Rodrigo Vicente fazendo um longest line, e Said indo aos boxes, com isso na dúvida do que fazer a categoria fez dois around o que colocou 8 carros na volta do líder.
Rodrigo Vicente e Levi Avila (Team Schnell) acabaram ficando pelo caminho por causa das punições e ficaram para trás.
Os minutos finais da corrida foram simplesmente de tirar o folego, com Luciano Rocha (#268 Racing) liderando, seguido do estreante em ovais Cristiano Gomes da Calango Racing, Diego Said e Ricardo Prediger vinham andando no vácuo buscando os ponteiros, onde nos 5 minutos finais a briga se intensificou.
Na volta final Diego Said começou o ataque, depois que deixou Gomes para trás, colocou de lado a Rocha na última curva, e emparelhou, Gomes também tentando a mesma manobra, acabou quase formando um 3wide, mas um pequeno toque com Rocha o fez perder o lugar para Prediger.
Com isso numa das corridas mais emocionantes da história da VORC Series, Diego Said ganhou no finalzinho por uma diferença de 0,012 sobre Luciano Rocha, Ricardo Prediger cruzou em terceiro a 0,060 de Said e 0,021 a frente de Cristiano Gomes o quarto colocado, a situação foi tão especial que os quatro foram chamado para a entrevista ao final da etapa.
Rodrigo Vicente o campeão da temporada ficou a uma volta atrás, chegando em quinto lugar.





PROTESTOS E PUNIÇÕES
Não houve protestos na etapa.

CARTEIRA DE PILOTOS




PONTUAÇÃO PILOTOS:




PONTUAÇÃO EQUIPES:




PRÓXIMA TEMPORADA:

A Próxima temporada não será mais com os Lola da Champ Car, agora a Liga optou pelo retorno do novos Indycar com o chassi Dallara IR-18, com os motores Chevrolet e Honda.

VT DA ETAPA.