MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

I’m In Miami Beach 2.0



Segunda corrida na cidade de Miami, desta vez no traçado Roval de Homestead, a IMSA Series fez a sua terceira etapa, com um traçado rápido e relativamente muito mais fácil que as ruas de Bayfront Park, a corrida contou com 27 carros para a etapa, que mais uma vez os pilotos deram show ao protagonizar uma corrida sem amarelas e bem disputada nas estratégias.

QUALIFICAÇÃO:
DPI:
Guido Seelig (Black Wings RT) cravou a sua primeira pole position na IMSA Series, com seu companheiro de equipe Felipe Lima, vindo em segundo lugar, Emerson Czerkawsky (HVM Racing Team) surpreendeu a todos, se colocando em terceiro lugar no grid, ainda fecharam o grid de 8 DPIs na pista: Dani Gomes, Cyro Santana, Tarso Marques, Carlos Maciel e Ricardo Prediger.


GTLM:
Bruno Fernandes cravou a sua terceira pole na temporada a bordo de sua Fitness Racing Snow Schatten, João Hebert a bordo da M Tech Sports de Porsche foi o segundo colocado no grid. Luciano Rocha (#268 Racing) cada vez mais se adaptando ao Ford GT largou em terceiro, ao todo foram 9 GTLM em pista, tendo ainda do quarto em diante: Jonatan Brochier, Werner Marote, John Martins, Vinicius Gonçalves, Marco de Andrade e Alisson Bullet.


GTD:
Fechando o grid geral, com a terceira classe, Cadu Maciel segue com bons rendimentos e faz a sua segunda pole da temporada, com o tempo de 1:14,081, encima de seu companheiro de BSP Racing Jesus Neto com 1:14,128.
Michel Oliveira levou a Tornado e-Motorsports ao terceiro lugar, a classe contou com 10 carros e teve ainda: Wendel George, Cristiano Gomes, Fabiano Tomaz, substituindo Gustavo Féo, Phillipe Antunes, Paulo Tchachalowski, Antonio Vieira e Alisson Borges.


CORRIDA:
O inicio de prova foi levemente postergado, com a corrida contando com duas voltas de apresentação, mas assim que foi dada a largada a corrida mostrou que seria uma daquelas onde o Safety Car iria passar longe de ser chamado.
Guido Seelig segurou a liderança da DPI, mas Felipe Lima assumiu a ponta da prova após a primeira bateria de pit stops.
Enquanto isso na GTLM Bruno Fernandes seguia líder, tendo John Martins de lutar por se recuperar após sair de 6
º na classificação.
Em torno da volta 26 começaram os pits da categoria e foi onde João Hebert chegou a liderar a prova por duas voltas, com John Martins assumindo na sequencia.
Na GTD Cadu Maciel liderava desde o começo, com Jesus Neto em segundo, com os pits stops em torno da volta 23, foi a vez de Jesus Neto liderar uma volta, com Alisson Borges (4EverBr) vindo de 10
º para a ponta antes de fazer sua parada e Cadu retomar a ponta. Com as demais paradas Michel Oliveira e Phillipe Antunes (Team Schnell) também chegaram a liderar uma das voltas, ainda mais ambos que fizeram um duelo a parte durante a corrida.

DPI:
Ao final de 88 voltas, Felipe Lima levou a terceira vitória da Black Wings no campeonato, tanto com Lima e Guido, quanto o substituto de lima em Bayfront Park Diego Said, Guido Seelig foi o segundo colocado e com isso assumiu a liderança do campeonato, e Ricardo Prediger em prova de recuperação cruzou a linha de chegada em terceiro lugar.


GTLM:
Bruno Fernandes venceu mas não levou a etapa, após punições aplicadas a vários pilotos, John Martins acabou levando a vitória para a CTE Racing HVM, João Hebert em corrida constante, foi o segundo e Bruno Fernandes acabou passando para o terceiro lugar ao final da prova. 


GTD:
Na categoria onde as punições comeram soltas, Cadu Maciel ainda sim levou a vitória em Homestead e dispara na liderança do campeonato, enquanto Jesus Neto fecha na segunda posição com isso subindo bem no campeonato, já na terceira uma excelente prova de Alisson Borges que saiu de ultimo para o terceiro lugar na corrida, Phillipe Antunes marcou os primeiros pontos da Team Schnell ao terminar em quarto lugar, ainda com Michel Oliveira e Cristiano Gomes na zona de pontuação.


PROTESTOS E PUNIÇÕES:
L.Rocha > T.Marques - +20s, +N2 – O DPI #37 perde a freada e acerta o GTLM de #33, causando um acidente.
Direção > W.Marote – DQ – O piloto perde a roda em um acidente, não é previsto a continuação após a perda da mesma, porem o piloto se dirigiu aos boxes conseguindo repor, como vale o regulamento onde perdeu a roda é fim de prova, foi desclassificado ao final de prova.
Direção > B.Fernandes – +10s, +N1 – O piloto utiliza os faróis para pedir passagem aos GTD em pelo menos 2 momentos, foi mencionado em briefing que apenas o piloto que está levando a volta tem a permissão para piscar e notificar, e os carros que estão dando volta não podem o fazer para evitar possíveis incidentes de mal entendido.

Direção > J.Martins – +10s, +N1 – O piloto utiliza os faróis para pedir passagem aos GTD em pelo menos 2 momentos, foi mencionado em briefing que apenas o piloto que está levando a volta tem a permissão para piscar e notificar, e os carros que estão dando volta não podem o fazer para evitar possíveis incidentes de mal entendido.
NOTIFICAÇÃO DE AUTO PUNIÇÃO:
J.Brochier > L.Rocha – volta 9
C.Gomes > W.George  - volta 3 (mencionar a volta o minuto exatos na próxima)
C.Santana > D.Gomes – volta 5

LIGARAM OS FAROIS ANTES DO 10
º minuto conforme solicitado em briefing
Antonio Vieira - +10s, +N1
Cristiano Gomes - +10s, +N1
Paulo Tchachalowski - +10s, +N1
Ricardo Prediger - +10s, +N1
Alisson Borges - +10s, +N1
Phillipe Antunes - +10s, +N1

CORTE ENTRADA DE BOXES:
E.Czerkawsky, +20s, +N1x2 (voltas 18,71)
F.Lima, +40s, +N1x4 (voltas 19,36,53,84)
V.Gonçalves, +10s, +N1 (volta 24)
C.Maciel, +10s, +N1 (volta 25)
A.Bullet, +10s, +N1 (volta 26)
J.Neto, +30s, +N1x3 (voltas 26, 48, 72)
A.Vieira, +40s, +N1x4 (voltas 27, 34, 60, 88)
B.Fernandes, +30s, +N1x3 (voltas 28, 55, 74)
A.Borges, +20s, +N1x2 (voltas 28, 51)
P.Tchachalowski, +20s, +N1x2 (voltas 29, 31)
F.Tomaz, +20s, +N1x2 (voltas 30, 57)
C.Santana, +20s, +N1x2 (voltas 36,52)
W.Marote, +10s, +N1 (volta 46)
R.Prediger, +10s, +N1 (volta 61)

CORTE SAIDA DE BOXES:
C.Gomes, +20s, +N1x2 (voltas 5, 86)
A.Bullet, +10s, +N1 (volta 27)
P.Tchachalowski, +10s, +N1 (volta 30)
G.Seelig, +30s, +N3 (voltas 36, 53, 85)
A.Vieira, +10s, +N1 (volta 61)
E.Czerkawsky, +10s, +N1 (volta 64)
R.Prediger, +10s, +N1 (volta 77)
P.Antunes, +10s, +N1 (volta 79)

OBS: Voltas contadas a partir do carro de Felipe Lima, que foi o líder geral em maior parte da corrida, por causa do uso de câmera fixa para analise.

CARTEIRA DE PONTOS


Antonio Vieira (sem qualy na próxima etapa)
Cristiano Gomes (sem qualy na próxima etapa)
Guido Seelig (sem qualy na próxima etapa)
Paulo Tchachalowski (sem qualy na próxima etapa)

PONTUAÇÃO PILOTOS
DPI:


GTLM:


GTD:


PONTUAÇÃO EQUIPES
DPI:


GTLM:


GTD:


PRÓXIMA ETAPA:
Agora a categoria volta a um circuito de rua, desta vez no famoso traçado de Trois Rivieres onde a ALMS correu em seus primórdios, traçado de rua super estreito e curto.


VT DA ETAPA: