MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

IMSA Series, fecha temporada em Topeka e Cadu Maciel conquista o título da GTD



A desconhecida pista de Heartland Park Topeka foi palco das últimas duas horas de corrida da categoria na temporada 3 de 2019.
Foram 22 carros para a etapa, que ainda tinha algumas disputas em haver, ou de título de equipes, e também o duelo pelo título de pilotos da categoria GTD que era disputada entre Cadu Maciel (BSP Racing) e Wendel George (Herdez Competition).

QUALIFICAÇÃO:
DPI:
Guido Seelig (Black Wings RT) fez a sua terceira pole na temporada, onde já entrou como campeão, com o tempo de 1:18,413. Felipe Lima seu companheiro de equipe foi o segundo colocado com 1:18,978.
Ernesto Brock colocou a HVM Racing Team em terceiro, ainda fecharam o top 5, Cyro Santana e Dani Gomes entre os 9 DPi que foram a pista.


GTLM:
Bruno Fernandes colocou a Fitness Racing Snow Schatten na pole, foi a sua quinta pole na temporada, com o bom tempo de 1:24,171. John Martins (CTE Racing HVM) se colocou bem em segundo lugar, com o título já garantido na temporada.
João Hebert, Werner Marote e Luciano Rocha, fecharam o top 5, entre os 8 GTLM que foram a pista.


GTD:
Com uma categoria esvaziada na última etapa, 5 carros estiveram presentes, mas os postulantes ao título, estavam em pista, Jesus Neto (BSP Racing) se colocou a pole position, com o tempo de 1:27,489. Tendo Wendel George em segundo logo atrás, e Cadu Maciel em terceiro, Caio Possati da M Tech Academy e Michel Oliveira da Tornado e-Motorsports fecham o top 5.


CORRIDA:
A corrida começou movimentada onde vários pilotos trocavam posições e alguns cometiam erros ficando para trás.
A corrida contou com muitas estratégias, já que teve 3 bandeiras amarelas durante o período de 2 horas do evento. Com isso sempre em algum momento, havia pilotos parando, e outros arriscando na estratégia para parar em outros momentos.
Na parte final da prova, vários pilotos tiveram de ir aos boxes, para completar o tanque o que deixou a briga emocionante, principalmente porque os pontos, valeriam muitos para as equipes, para a escolha dos carros para a T4 de 2019.

DPI:
Depois do acidente de Guido Seelig na volta 42, Felipe Lima se viu em uma situação mais tranquila na prova, onde levou o carro de #67 da Black Wings RT para a vitória, fazendo o time vencer as 6 etapas da temporada, Ernesto Brock foi o segundo colocado, ajudando a HVM Racing Team a garantir o vice campeonato da categoria, enquanto Cyro Santana fechou a temporada com um bom pódio, e teve ainda Emerson Czerkawsky terminando em quarto, e conquistando o terceiro lugar no campeonato.


GTLM:
A briga foi emocionante no final, com John Martins e Bruno Fernandes trocando posições nas voltas finais, Werner Marote ainda tentou dar um pulo do gato em uma das amarelas, mas ainda sim, fechou bem a prova.
Bruno Fernandes levou a melhor, vencendo a sua primeira corrida na temporada, com John Martins, mesmo com uma pane seca no final da prova, ainda fechou em segundo, Werner Marote colocou a Team Schnell em terceiro lugar no final da prova.


GTD:
Ter apenas 5 carros, não fez da prova uma corrida chata, a troca de posições foi muito interessante, com os pilotos Jesus Neto, Wendel George e Cadu Maciel, se alternando na liderança da prova, e até mesmo Caio Possati que vinha em sua primeira corrida sem problemas chegando a andar em segundo lugar em alguns momentos da prova.
A briga entre Wendel George e Jesus Neto, acabou custando um acidente entre ambos, onde Wendel perdeu contato com Cadu Maciel.
Ao final de 73 voltas em 2 horas e 2 minutos de corrida, Cadu Maciel, pôde desengastar o titulo que tanto queria, ao terminar 12 segundos a frente de Wendel George que foi vice, Jesus Neto o terceiro, Caio Possati conseguiu levar o carro até o final, se colocando em quarto, e Michel Oliveira levou até o final, e ajudou a garantir o quinto lugar na classificação de pilotos, e o ótimo quarto lugar no campeonato de equipes, que dará boa vantagem na escolha dos carros na próxima temporada.


PROTESTOS E PUNIÇÕES:
J.Hebert > W.Marote [V4, +20s, +N2] Toque fazendo adversário rodar.
Direção > A.Bullet [+N1] Uso de farol para pedir passagem a GTD, não cumprindo acordo feito em briefing.
Direção > A.Bullet [+N1] Uso exagerado de corte de pista, passando por grama em determinados momentos.
Direção > J.Hebert [+N1] Conduta desnecessário fechando piloto contra o muro em momento de ultrapassagem.

Advertências
Alisson Bullet – O piloto fez movimento de “zigue a zague” para tentar evitar vácuo, o procedimento não é permitido, fica como advertência, podendo sofrer punições futuras.

CARTEIRA DE PONTOS PUNITIVOS:


PONTUAÇÃO DE PILOTOS:
DPI:


GTLM:


GTD:


PONTUAÇÃO DE EQUIPES:
DPI:


GTLM:


GTD:



PRÓXIMA TEMPORADA:
A próxima temporada da IMSA Series começará em 11/10, por enquanto a primeira etapa prevista será o traçado de Texas World Speedway, e contará com 5 etapas, tendo seu termino em 06/12.
As inscrições serão abertas em breve.

VT DA ETAPA: