MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Bruno Fernandes vence Cascavel de Ouro, e Cadu Maciel se sagra campeão do do Anual de TC Classics


Depois de muito sucesso em 2018, com um evento de 35 carros, agora a Cascavel de Ouro voltou como parte do calendário do Anual de TC Classics Endurance Series.
Foram 22 carros para a etapa que contou como uma final antecipada do campeonato, onde Bruno Fernades (Fitness Racing Snow Schatten) tinha de tentar de tudo para não deixar Cadu Maciel (BSP Racing 2) sair com o título da temporada. A prova foi um show à parte com apenas uma amarela e as estratégias fazendo parte do cenário.

QUALIFICAÇÃO:
O qualy começou e Bruno Fernandes se aproveitou do bom rendimento dos Fiat Uno nessa pista e tratou de cravar a pole position até mesmo para já sair a frente na tentativa de evitar o título, com isso fez o tempo de 1:20,175.
Raphael Camelo que vinha pela equipe 2 da Fitness Racing Snow Schatten já que estava com o VolksWagen Passat, foi o segundo com 1:20,284, Cadu Maciel logo atrás em terceiro, Luciano Rocha colocou sua #268 Racing em quarto, a quinta fila foi formada por Marcos Silveira da Knights Motors Team e Anderson Medeiros da BSP Racing.
Nas demais posições ficaram Luciano Santos Filho, da Not In Vain Racing estreando na liga, Rafael Simioni (Tornado e-Motorsports), Dani Gomes da Chrome Racing que participou com uma pintura especial da Maxon Oil, patrocinador da Cascavel de Ouro real, Michel Oliveira fechou o top 10 com sua Tornado.
Martin Rossi, Emerson Czerkawsky, Marco Parma, Emerson Barina, Ricky Esteves, Bruno Pegoraro, Paulo Rodrigues, Eduardo Antonini, Raphael Arqueti, Wagner Antonelo e Andre Sutti.




CORRIDA:
A corrida começou com uma boa largada com a excessão da bela largada de Cadu Maciel que pulou para o segundo lugar e começou uma caçada a Bruno Fernandes, fazendo uma marcação direta ao piloto concorrente.
Logo no 9º minuto, com o motor de Marco Parma (Parma Motorsports) estourado a amarela apareceu, alguns pilotos já aproveitaram para colocar um pouco mais de combustível, enquanto outros optaram por seguir a estratégia inicial.
Um dos que foi aos boxes foi o então segundo colocado Cadu Maciel por saber que seu carro teria menos combustível que os econômicos Uno.
Com isso o top 3 ficou, Bruno Fernandes, Raphael Camelo e Anderson Medeiros.
Um possível problemas de rota acabou derrubando 5 pilotos ao mesmo tempo sendo 3 gaúchos, 1 paranaense e 1 capixaba, podendo ser algo com os pilotos do sul, com exceção de Emerson Barina (Herdez Competition).
A corrida foi seguindo em verde, com as paradas daqueles que seguiram sem para na amarela, foi onde Cadu Maciel assumiu a ponta, mas com ele parando 4 voltas depois, foi quando Luciano Santos Filho liderou uma volta na corrida, com Dani Gomes liderando mais 3 na sequencia antes de Bruno Fernandes voltar a liderança da prova.
Na 60ª volta, Raphael Camelo assumiu a ponta após a parada de Fernandes liderando até a 70, outro que fazia uma prova consistente era Luciano Rocha, sempre andando entre 5 primeiros.
Bem no finalzinho da prova a amarela derradeira fez a corrida fechar sem ter um final em verde, após Raphael Arqueti (CTE Racing HVM) ficar parado na última curva e não conseguir retornar, com isso não haveria mais tempo hábil de fazer todo o procedimento de amarela e relargar a tempo.
Com Bruno Fernandes reassumindo a liderança e Luciano Rocha se consolidando no segundo lugar, a disputa ficou entre Cadu Maciel e Raphael Camelo pelo terceiro lugar.
Ao final de 87 voltas, Bruno Fernandes conquistou a sua terceira vitória na temporada, e Luciano Rocha fechando em segundo lugar, Raphael Camelo fechou em terceiro, Cadu Maciel foi o quarto e com isso conquistou o título antecipado do campeonato, indo para a etapa de Virgilio Tavora como campeão de pilotos, mas em disputa pelo título de equipes contra a Fitness Racing Snow Schatten.
Ao todo 11 dos 22 pilotos terminaram a etapa, sendo apenas os quatros primeiros na mesma volta.

Cadu Maciel conquista assim o seu terceiro titulo na VORC Series, já tendo sido campeão da classe GTD da IMSA Series e da TCR Asia Series.




PROTESTOS E PUNIÇÕES:

Não houve protestos e punições.

PONTUAÇÃO PILOTOS:




PONTUAÇÃO EQUIPES:




PRÓXIMA ETAPA:

Agora a categoria volta a ativa em 20/12, com a etapa final no circuito de Virgílio Távora no Ceará, autódromo este que está correndo sérios riscos de ser vendido a especulação imobiliaria. Com isso a VORC Series prestará uma homenagem ao circuito realizando uma etapa nele.

VT DA ETAPA: