MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Jesus Neto vence primeira etapa da Supercars em Townsville.


O retorno dos australianos não podia ser melhor, a MAN Creative Supercars Series teve início no traçado de rua de Townsville, com 16 carros para a primeira etapa, chegando com os novos modelos, diferentes da ultima vez que a VORC Series realizou um campeonato, a disputa começou com algumas amarelas, mas depois que engrenou a corrida teve direito a drama com piloto do fundão liderando e caindo a conexão naquele momento, teve pilotos não se entendendo com a amarela e contou até com bate cabeça de companheiros de equipes.

QUALIFICAÇÃO:
Jesus Neto (BSP Racing 2) colocou seu Ford Mustang na pole position, com um temporal de 1:12.046, Anderson Medeiros companheiro de Jesus Neto, foi o segundo com o tempo de 1:12.802, Com a zebra Emerson Czerkawsky da HVM Racing Team, se colocou em terceiro, formando uma segunda fila, ainda com seu companheiro de equipe Ernesto Brock.
A terceira fila foi formada por Samuel Pontes da BSP Racing e Dani Gomes que chegou encima da hora com sua CR Motorsports, mas apareceu bem no começo da etapa.
A quarta fila foi peruana, com Jorge Dillerva (Peru Motor Sport) e Renzo Melzi da Lenovo Racing Team, e Fernando Esquitino (Branca Sport Team) foi o nono colocado, seguido de Luiz Gustavo da BSP Racing.
Ainda completaram os 16 carros no grid: Martin Rossi, Fernando Paredes, Tarso Marques, Martin Benavides, Marcelo Nunes e Jeferson Brito.




CORRIDA:
A largada foi conturbada desde o começo, com Martin Rossi (Scuderia Rossi) se enroscando com Renzo Melzi, o que acabou por fazer o argentino bater e estourar o seu motor, causando a primeira amarela da noite. Os pilotos Jorge Dillerva, Fernando Paredes e Martin Benavides não se atentaram a amarela e quase causaram um acidente ao sair ultrapassando os pilotos.
Na relargada tudo parecia que enfim iria dar tudo certo, mas ai foi a vez de Dani Gomes se acidentar e acabar causando uma nova amarela.
Com a relargada acontecendo enfim a prova teve um stinti bom em verde, com Jesis Neto liderando, seguido de Ernesto Brock que havia ultrapassado Anderson Medeiros na volta 9.
Emerson Czerkawsky foi vitima de uma rodada, com o mesmo conseguindo não bater e retornar a pista sem maiores danos.
Com a nova amarela por causa de Samuel Pontes na volta 13, os pilotos optaram por irem aos boxes, com isso Tarso Marques (Chrome Racing) pulou para a liderança da prova,  seguido de Renzo Melzi e Jesus Neto.
Uma nova amarela, desta vez por causa de Anderson Medeiros, que se acidentou com seu próprio companheiro de equipe Luiz Gustavo, com o carro de Anderson quase capotando.
Tarso relargou na ponta, com Jesus Neto no seu encalço, e o ai o para o azar de Tarso, sua conexão de internet falhou e o mesmo deu adeus a prova enquanto liderava a etapa australiana.
Com isso Jesus Neto voltou a liderança da prova e Brock em segundo, Luiz Gustavo vinha em terceiro até Emerson Czerkawsky o ultrapassa-lo. Porém Czerkawsky resolveu optar por uma parada mais cedo, vendo que dificilmente teria uma amarela até o final, caindo para o 7º lugar, com a última janela de parada sendo realizada em amarela, alguns pilotos optaram por não para como Jesus Neto e Ernesto Brock, Fernando Esquitino que vinha em estratégia diferente surpreendeu e apareceu na terceira posição e via Emerson Czerkawsky vindo muito rápido para cima dele.
Ao final de 43 voltas, Jesus Neto venceu a primeira etapa da temporada, com Ernesto Brock começando bem o campeonato com o segundo lugar, o argentino Fernando Esquitino conquistando seu primeiro pódio no AV colocando a Branca Sport Team de volta entre os ponteiros.





PROTESTOS E PUNIÇÕES:

Direção > J.Dillerva - [+20s, N2] Ultrapassagem em regime de Safety Car
Direção > J.Dillerva - [+20s, N2] Pagamento não autorizado de Drive Thru pois estava em amarela.
Direção > J.Dillerva - [+10s, N1] Relargada acima de 100km
Direção > F.Paredes - [+40s, N2x2] Ultrapassagem em regime de Safety Car
Direção > F.Paredes - [+10s, N1] Relargada acima de 100km
Direção > F.Paredes - [+20s, N2] Pit Stop com boxes fechados
Direção > M.Benavides - [+20s, N2] Ultrapassagem em regime de Safety Car
Direção > M.Benavides - [+N3] Abandono sem permissão do diretor de prova.

PONTUAÇÃO DE CARTEIRA PUNITIVA




Fernando Paredes - Sem qualificação na próxima etapa.
Martin Benavides - Largará dos boxes. (sem pedir permissão antes de dar esc)


LOGS:

PONTUAÇÃO PILOTOS:




PONTUAÇÃO EQUIPES:




PRÓXIMA ETAPA:





VT DA ETAPA: